O CREMATÓRIO MUNICIPAL DR. JAYME AUGUSTO LOPES É MONOPÓLIO DA PREFEITURA DE SÃO PAULO. ESTE PORTAL É PRIVADO E NÃO POSSUI QUALQUER VÍNCULO COM O CREMATÓRIO.
site privado, não possuímos vínculo com o crematório
ATENDIMENTO EMERGENCIAL 24H (11) 3071-1325

O que é um obituário?

de aleah, 8 de fevereiro de 2021

Você sabe o que é um obituário? Se você não sabe, se alguém perguntasse para você o que é um obituário, o que você responderia? Qual é a primeira coisa que viria à sua cabeça? Não deve vir muita coisa na sua cabeça até porque o obituário está relacionado a morte e a grande maioria das pessoas nem mesmo gosta muito de falar sobre esse assunto!

Entretanto, para falar um pouco mais desse termo, vamos buscar referências no dicionário, que define a palavra “obituário” como um registro de óbitos ou livro em que se lança os nomes das pessoas que morreram, dia da morte, motivo e o dia de seu enterro.

O obituário também pode ser considerado um último registro do que nos aconteceu na terra antes de irmos descansar para a eternidade. Ou seja, de uma forma mais poética, pode-se dizer que um obituário é a última folha do diário do registro de nossa existência no plano terreno.

Onde encontramos o obituário?

O obituário pode ser encontrado de várias formas e formatos. Sendo assim, podemos encontrar nas folhas de um jornal, revistas ou nas missas de sétimo dia, realizadas pela Igreja católica, onde se ora e se envia energias positivas para as almas das pessoas que amamos e acabaram partindo.

  • Estados e Municípios

Para encontrar os obituários com a intenção de saber quantas pessoas morreram e as causas da morte em determinado lugar, você pode procurar em dados oficiais dos estados e dos municípios.

Essa números e especificações podem ser encontradas em sites ou jornais de municípios ou sites do estado. Alguns veículos oficiais, inclusive, também divulgam essas informações nos veículos privados de comunicação, normalmente jornais impressos, para toda a população.

  • Jornais e sites

Nos jornais, dependendo de quem venha a falecer, temos somente a notícia do falecimento da pessoa e das demais outras todas juntas numa lista, formando um tipos específico de obituário. Contudo, existe também uma modalidade de obituários que pode ser considerado bibliografias não permitidas.

Quando morre alguém muito conhecido ou conhecida pelas pessoas, os obituários são preenchidos com todos os feitos e glórias da pessoa que veio a falecer. Quando o obituário é escrito por uma jornalista que não era muito fã da pessoa, o obituário pode ser um texto cheio de críticas, muito duro e contundente.

Obituário Fake!

Alguns obituários são escritos com intenções maldosas, pois o sujeito ainda está vivo. Contudo, a notícia vai se espalhar muito rápido no caso de publicada em algum veículo de comunicação ou rede social. Esses casos podem acontecer por muitos motivos diferentes como boatos relacionados ao desaparecimento de pessoas de vida pública que não são vistas por um longo período de tempo.

Muitas celebridades já sofreram com essas mortes repentinas, onde as próprias pessoas mortas, não sabiam do detalhe de terem morridos. Uma pessoa que vivem matando hoje em dia é o apresentador Silvio Santos, que hoje tem 90 anos de idade e já deve ter perdido a conta de quantas vezes morreu sem nem mesmo saber.

Esse ano, nas eleições americanas, várias pessoas morreram, mas estavam bem vivas e votando. Os apoiadores do ex-presidente Donald Trump e o próprio ex-presidente alegaram fraudes nas eleições dos estados unidos por acreditarem que as eleições foram fraudadas. E, para provar que seu argumento estava correto, foi apresentada uma lista obituário com o nome dos eleitores que votaram, mas que eram considerados não aptos a votar por estarem mortos. Entretanto, isso tudo não passava de uma mentira, que já está comprovada, pois foi descoberto que muitas das pessoas daquela lista estavam vivas e, as que realmente estava mortas, não haviam votado.

Enfim, as fake news estão em todos os lugares, inclusive, dentro os obituários!

Obituários hoje

Hoje os obituários não se resumem a textos em sites, jornais e revistas ou, então, a um simples nome nas páginas de jornal.

Hoje existem várias maneiras de homenagear nossos entes queridos que já não fazem parte mais do plano terreno. Basta a pessoas procurar a melhor forma de homenagear aqueles que partiram.

Existe até mesmo empresas  que produzem mensagens lindíssimas de despedidas em vídeos para contar um pouco da história da pessoa falecida, contado com trilha sonora, fotos e depoimentos de familiares e amigos da pessoas que partiu.