O CREMATÓRIO MUNICIPAL DR. JAYME AUGUSTO LOPES É MONOPÓLIO DA PREFEITURA DE SÃO PAULO. ESTE PORTAL É PRIVADO E NÃO POSSUI QUALQUER VÍNCULO COM O CREMATÓRIO.
site privado, não possuímos vínculo com o crematório
ATENDIMENTO EMERGENCIAL 24H (11) 3230-1959

Nota de falecimento:o que você precisa saber

de aleah, 25 de janeiro de 2021

Lidar com a perda de alguém não é fácil e você ainda precisa resolver essa tal de nota de falecimento, mas não sabe como fazer? Vamos ajudar você com isso!

Você provavelmente já ouviu ou leu alguma divulgação sobre a morte de alguém, certo? Isso se chama nota de falecimento e é para divulgar sobre as cerimônias de despedida e dados de quem faleceu, de modo que as pessoas possam ter a chance de se despedir.

Mas você sabe como escrever uma? Qual é a melhor forma de fazer isso e divulgá-la? Veja isso e muito mais neste post!

O que é uma nota de falecimento?

Uma nota de falecimento é um comunicado que informa sobre a morte de uma pessoa. É o ato de assinalar tanto o óbito quanto questões do velório e sepultamento ou cremação que deverão ocorrer.

A nota de falecimento pode ser enviada a um grupo de pessoas que fazia parte da vida do falecido, como: colegas de trabalho, da universidade, da escola, de clubes, de instituição religiosa, entre outros espaços.

No entanto, embora pareça simples, redigir a nota de falecimento de alguém é uma tarefa difícil e delicada. Afinal, a morte por si só já carrega todo o peso do momento. E é por isso que a tarefa deve ser feita com muito cuidado, com uma escrita respeitosa aos familiares, amigos e a quem se foi.

Mas, afinal, como escrever uma nota de falecimento sem que cause impactos negativos?

Como escrever uma nota de falecimento?

A primeira questão a se considerar é com relação às informações que serão passadas. Estas precisam estar totalmente corretas, uma vez que o que não se espera é a propagação de notícia errônea ou falsa, certo?

Além disso, é preciso se atentar para não acabar repassando dados indesejados ou escrevendo de modo indelicado. Para evitar qualquer problema como esses que mencionamos, considere as dicas abaixo.

Redação da nota

É preciso escolher alguém para redigir a nota de falecimento. Isso normalmente é feito por questões de proximidade, ou seja, escolha alguém que conheça quem faleceu o suficiente para isso e que esteja em boas condições emocionais para tal.

Consultas à família

As consultas deverão ser feitas diretamente aos familiares para evitar propagação de informação incompleta ou equivocada. Além disso, é preciso da autorização da família para a divulgação da nota de falecimento, das informações do óbito e cerimônias.

Dados necessários

É muito importante utilizar os dados completos da pessoa que faleceu, isso porque uma nota de falecimento não pode deixar dúvidas sobre o óbito. É por isso também que a consulta à família é importante. Além disso, essas informações precisam estar claras e logo no início do texto.

E não esqueça de que qualquer informação que facilite a identificação da pessoa falecida será de grande importância, portanto, apelidos e profissão, por exemplo, podem ser inseridos.

Informações sobre o velório

Em uma nota de falecimento não podem faltar informações sobre as cerimônias de despedida da pessoa falecida, como o velório e o sepultamento ou cremação.

Por isso, insira o local de cada evento e deixe tudo muito claro, com o endereço, referências do local, data e horário. Aliás, por estes serem dados muito importantes, podem constar logo abaixo das informações de identificação da pessoa que faleceu.

Tom de voz

É muito importante manter um tom de voz delicado e respeitoso ao redigir uma nota de falecimento. Isso porque a partida de um ente querido é algo muito difícil para os familiares e eles não devem se sentir desconfortáveis com o comunicado.

Ao redigi-la, escreva com empatia e respeito e preste muita atenção em todos os informes para que nada gere dúvidas.

Como divulgar?

A divulgação da nota de falecimento é outra questão muito importante. Para dizer a verdade, antes de redigir o comunicado, o ideal seria pensar em como ele será divulgado. Isso porque cada forma de divulgação pode exigir um tom de voz.

As formas mais comuns de divulgação são: redes sociais, murais, jornais, sites institucionais, comunicados religiosos, etc. Em alguns lugares, especialmente interiores, ainda se faz uso de carros de som para anúncios funerários.

A decisão sobre quais meios usar para divulgar uma nota de falecimento é de quem a redige, em consonância com os familiares. E isso é o que vai caracterizar a forma de escrita do comunicado, afinal, se postado nas redes sociais, por exemplo, o tom de voz dispensa formalidades.

E então, conseguimos ajudar você a entender como redigir a nota de falecimento? Esperamos que sim! Mas, se você tiver alguma outra dúvida quanto às formas despedidas do ente querido, não hesite em entrar em contato!

×