O CREMATÓRIO MUNICIPAL DR. JAYME AUGUSTO LOPES É MONOPÓLIO DA PREFEITURA DE SÃO PAULO. ESTE PORTAL É PRIVADO E NÃO POSSUI QUALQUER VÍNCULO COM O CREMATÓRIO.
site privado, não possuímos vínculo com o crematório
ATENDIMENTO EMERGENCIAL 24H (11) 3230-1959

Você sabe para que serve um velório?

de aleah, 6 de abril de 2021

O velório é o momento em que todas as pessoas se despedem dos seus entes queridos que se foram.

Todas as pessoas já participaram e fizeram parte de um velório de algum ente querido.

Sabemos que o velório é muito importante para se despedir de quem se foi, o que é um passo fundamental para superar aquele momento difícil.

Porém, você sabe para que serve um velório? Continue lendo que vamos explicar tudo para você.

O que é e para que serve um velório?

O velório está totalmente relacionado com velar, olhar e cuidar, ou seja, velar por aquele que se foi.

Além dele envolver várias questões emocionais por ser um momento delicado, ainda é preciso lidar com várias questões burocráticas.

Tudo fica muito mais difícil quando somos pegos de surpresa com a morte de alguém querido. Por isso, é importante saber como proceder e para que serve um velório.

Como deve ser preparado um velório?

Algo muito importante e que é preciso considerar quando preparar o velório são as vontades que o ente gostaria de ter nessa hora, como a cidade que gostaria de ser velado, enterrado ou algum pedido especial.

Para que o velório seja feito é preciso seguir algumas etapas:

1 – Documentação

Antes que aconteça o velório é preciso cuidar de algumas documentações que são necessárias.

Veja a seguir:

  • Declaração de Óbito: documento assinado pelo médico informando a causa e horário da morte.
  • Laudo policial: quando ocorre morte por acidente ou por motivos de violência.
  • Guia de sepultamento: onde é autorizado que seja feito o sepultamento, com as informações do local que será feito o enterro. Normalmente, é emitida pela funerária contratada.

2 – Preparação do corpo

Para que o velório aconteça é preciso que o corpo seja preparado para ficar exposto antes do enterro.

O tempo máximo permitido pela Anvisa é de 24 horas contadas a partir do falecimento.

Dessa forma, se precisar que o corpo seja transportado para outra cidade ou precise aguardar algum familiar, pode ser solicitado que o corpo seja preparado para aguentar mais horas.

3 – Cerimônia

Independente de religião, a maioria dos velórios são cercados por questões religiosas. Para isso, é preciso considerar a religião do ente querido para que a cerimônia possa ser conduzida conforme ela.

Com isso, pode ser escolhido um outro local além das salas que são destinadas para velórios, como uma capela ou um templo.

Além disso, muitas religiões fazem uma despedida com orações e rezas quando chega o momento final do velório.

É um dos momentos mais emocionantes depois da chegada do caixão. Por isso, os presentes precisam mostrar carinho e levar ainda mais força para os familiares do ente querido.

4 – Flores 

É difícil você ir em um velório que não tenha flores. Pois, elas são consideradas um item essencial.

Deixar flores ou coroa de flores junto ao caixão do familiar mostra o quando ele foi especial, trazendo um pouco mais de cor para aquele momento tão triste.

5 – Atestado de Óbito ou Certidão de Óbito

Após o velório é emitido o Atestado de Óbito ou Certidão de Óbito, que é expedido pelo cartório com base nas informações apresentadas no Laudo Policial ou na Declaração de Óbito.

Para que ele seja emitido é preciso apresentar todos os documentos pessoais do falecido.

No Atestado de Óbito consta todas as informações pessoais dele e também as do falecimento, como causa, data, horário e local.

Ele é fundamental para ser apresentado em locais como bancos, INSS, inventário e tudo que estiver relacionado com o ente querido.

E após o velório?

Depois do velório ocorre o sepultamento que pode ser feito através de enterro ou da cremação.

O mais utilizado é o enterro na maioria dos países, o que gera custos a longo prazo, como manutenção do local e a remoção de ossos. Isso acaba deixando o enterro tradicional mais caro que a própria cremação.

Para ela, por sua vez, pode precisar que seja utilizado um pouco mais de investimento, mas depois a família não precisa lidar com manutenção, podendo guardar as cinzas ou jogá-las em um local especial, fazendo uma cerimônia.

Enfim, independente da escolha de como será o sepultamento é preciso que seja feito o velório para que ocorra a despedida do ente querido.

Entendeu para que serve um velório e como proceder para fazê-lo da melhor maneira possível? Esperamos ter tirado algumas de suas dúvidas com o nosso artigo.

×