O CREMATÓRIO MUNICIPAL DR. JAYME AUGUSTO LOPES É MONOPÓLIO DA PREFEITURA DE SÃO PAULO. ESTE PORTAL É PRIVADO E NÃO POSSUI QUALQUER VÍNCULO COM O CREMATÓRIO.
site privado, não possuímos vínculo com o crematório
ATENDIMENTO EMERGENCIAL 24H (11) 3230-1959

Quais são os tipos de túmulos que existem? Descubra!

de aleah, 11 de dezembro de 2020

É sempre muito difícil perder um ente querido e o processo de luto pode parecer muito demorado e desafiador para muitas pessoas. Então, o melhor a se fazer em um momento tão delicado como esse, é preparar um momento de despedida a altura da pessoa que partiu. Para isso, é importante verificar quais os tipos de túmulos mais indicados para cada pessoa.

Nesse processo, também é importante conhecer todos os tipos de túmulos para saber escolher o melhor local onde o seu ente querido irá descansar. Os túmulos podem diferir em vários aspectos, como, por exemplo, tamanho, materiais, adereços, dente outras coisas.

Com isso, é preciso saber diferenciar as características dos túmulos e as vantagens que cada um deles pode proporcionar. Sendo assim, para ajudar você nessa decisão, vamos mostrar os tipos de túmulos mais presentes no mercado e qual é o melhor opção para cada caso. Confira!

O que é um túmulo?

Um túmulo é o local onde os corpos são depositados quando a pessoa morre, que podem ter ou no algum tipo de momento religioso.

Os tipos de túmulos variam em tamanho e em formato, de acordo do tipo de homenagem póstuma que a família queira fazer. Um túmulo pode ficar inteiramente ou parcialmente no subsolo de um cemitério.

Depois que a pessoa é enterrada, seu túmulo acaba sendo um lugar de visitação de parentes e amigos. Geralmente, o local é visitado sempre no dia dos finados, embora possa ser visitado sempre que a pessoa quiser.

O que é um jazigo?

Na prática, um jazigo é um local com uma placa pré-moldada, que é construído em um cemitério onde serão sepultados os corpos de pessoas falecidas. Qualquer pessoa pode comprar um jazigo, que poderá ser usado para acomodar os corpos de familiares.

Mas, para isso, será necessário que o proprietário pague a taxa de manutenção do espaço, que irá variar de acordo com o tamanho, com o cemitério e com a localização.

Alguns jazigos possuem gavetas que comportam de três a seis corpos. O que pode facilitar o planejamento dos sepultamentos. O proprietário do jazigo tem direito e realizar o sepultamento de quaisquer pessoas que desejar, seja familiar ou não, contando que respeite a capacidade do local.

Por se tratar de uma propriedade, o jazigo pode ser passado de um membro da família para outro. Isso deve ocorrer por meio de uma transferência, que ocorre quando o titular morre.

Agora, vamos mostrar para vocês os tipos de túmulos mais comuns e mais usados. Veja a seguir!

Túmulo de Mármore

Os túmulos de mármore são alguns dos mais procurados, tanto por sua beleza quanto pela sua versatilidade. É possível encontrar túmulos deste material de diversas formas, podendo escolher o que mais combina com o gosto do falecido ou da família.

O mármore é uma rocha calcária composta por calcita e mineral. Diferente do granito, o mármore não possui tanta resistência. Portanto, se você escolher esse tipo de material para construir o túmulo, poderá ficar muito satisfeito com a aparência. Contudo, é importante ficar ciente que ele poderá sofrer alguns impactos.

O mármore é uma pedra maleável que não possui brilho e esse é um dos motivos pelo qual sua durabilidade não é tão grande. A melhor vantagem do mármore é o preço, que é bem acessível. Por isso, o mármore acaba sendo uma opção mais viável para muitas famílias.

Túmulo de Granito

Um dos tipos de túmulos mais utilizados é o de granito. Essa rocha possui uma durabilidade ótima e pode resistir a vários tipos de situações e climatizações, além de ser capaz de receber grandes impactos sem sofrer alterações.

O granito é uma rocha ígnea, que é composta por três tipos de minerais, sendo eles: a mica, o quartzo e feldspato.

A junção desses três minerais faz com que o granito tenha uma aparência muito bonita, sendo também uma alternativa muito interessante para o túmulo de uma pessoa especial que se foi. Portanto, as principais vantagens do túmulo de granito são a beleza e a durabilidade.

Esse material suporta qualquer tipo de alteração climática e ainda pode ser submetido a manutenções sem sofrer grandes impactos.

Túmulos de Cerâmica

Outra ótima alternativa são os túmulos de cerâmica. Mas, esse tipo de material, diferentemente dos outros já citados, é usado para o revestimento, que é misturado à argila e algumas matérias-primas inorgânicas.

Mesmo não sendo o material mais resistente que existe, a cerâmica consegue suportar o sol perfeitamente, o que ajuda a diminuir os custos de manutenção.

A cerâmica também consegue suportar várias outras reações químicas. Além de ser mais fácil de limpar, facilitando a conservação do espaço. Para quem busca uma solução mais econômica, a cerâmica é uma ótima opção.

As imagens e os túmulos

Os tipos de túmulos são muitos, porém, uma coisa é comum em praticamente todos eles: as imagens e as estátuas. Em quase todos os túmulos existem estátuas de santos ou representações angelicais e religiosas.

As pessoas gostam de demonstrar a sua fé por meio das imagens. Por isso, vemos tantas delas enfeitando os túmulos. Alguns deles parecem verdadeiras igrejas ou santuários.

Nesse momento tão delicado que é a despedida de um ente querido, é importante se apegar à fé e saber escolher o tipo de certo de túmulo. Pois isso pode ser uma forma muito bonita de homenagear a pessoa que se foi.

Deixe sua opinião sobre esse assunto e sugestões de temas para os próximos textos nos comentários. Além disso, compartilhe essa matéria com os seus amigos!

×